Justiça

A série que a Globo estreou, no final de agosto, vem dando o que falar. Com uma narrativa diferente de tudo o que já se viu na dramaturgia brasileira, “Justiça” (foto) se aproxima bastante dos seriados americanos. O enredo procura questionar o telespectador sobre qual é o seu senso de justiça. Quatro personagens são detidos, mas apenas um é realmente culpado. Sete anos depois, após cumprir suas respectivas penas, eles saem da prisão e terão que lidar com o senso de justiça das pessoas que deixaram para trás. A série, escrita por Manuella Dias (de “Ligações Perigosas”), traz um elenco repleto de ótimos atores como Débora Bloch, Jesuíta Barbosa, Adriana Esteves, Enrique Diaz, Ângelo Antônio, Luísa Arraes, Jéssica Ellen, Cauã Reymond, Marjorie Estiano, Antônio Caloni, entre outros. O grande diferencial de “Justiça” é o cruzamento das histórias que se entrelaçam e deixam o telespectador intrigado. A cada dia uma história se destaca e quem foi protagonista na trama da segunda pode aparecer como coadjuvante na narrativa da terça, por exemplo. A fotografia é espetacular. e a trilha sonora também. Vale a sua atenção. 
Supermax

Em setembro, ainda na Globo, outra série fora dos padrões brasileiros promete chamar a atenção dos fãs do gênero. “Supermax” conta com um elenco de rostos pouco conhecidos da TV. Na trama, sete homens e cinco mulheres são selecionados para viver a experiência de um reality show nada convencional: três meses de confinamento em um presídio desativado no coração da Floresta Amazônica. A escolha de cada participante não foi aleatória. Ao contrário, os doze possuem algo em comum: todos já cometeram um crime na vida. Assim que o programa vai ao ar, o apresentador Pedro Bial dita as rígidas regras do jogo e expõe ao público – e aos próprios participantes – um pouco da história de cada um. Basta isso acontecer para que o clima de desconfiança entre o grupo brote imediatamente e denuncie que aquela convivência não será nada fácil. “Supermax” é uma criação de José Alvarenga Jr., Marçal Aquino e Fernando Bonassi, com direção geral de José Alvarenga Jr.


Retorno

Ainda falando em séries, mas desta vez sobre as americanas, setembro traz novas temporadas de alguns sucessos. “Narcos” chega a sua segunda temporada no Netflix, com o brasileiro Wagner Moura no elenco. “American Horror Story” faz mistério sobre o que os fãs podem esperar desta sexta temporada. “The Big Bang Theory” também está de volta neste mês, alcançando a marca de 10 temporadas, igualando-se ao sucesso de “Friends”. Finalmente, “How To Get Away With Murder” encara seu terceiro ano, mantendo a premiada Viola Davis, encabeçando o seu elenco. Não faltam novidades este mês. Programe-se!


Eleições

Setembro começa e a gente já sabe o que esperar do mês em ano de eleições. Ruas lotadas de santinhos jogados no chão, causando um problema sério para os trabalhadores da limpeza pública, sem contar o risco de entupimento de bueiros. Quando as autoridades competentes vão tomar alguma providência?