Promover a inovação e o desenvolvimento regional são os principais objetivos do Programa Startup Macaé. A iniciativa é uma plataforma de conexão entre empreendedores, universidades, governo e empresas. O conhecimento e o empreendedorismo são ferramentas do programa, desenvolvido em parceria com a Prefeitura de Macaé, por meio da Secretaria Adjunta de Ciência e Tecnologia, vinculada à Secretaria de Educação, com o Centro de Referência em Inovação para Operações Sustentáveis (Crios), da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). 
A ideia é desenvolver negócios inovadores, fortalecendo o ecossistema da região de Macaé, além de proporcionar uma ambiência favorável para inovar. De acordo com o coordenador do Crios, Carlos Eduardo, a expectativa é atender à sociedade, indústrias e governo, com capacidade de desenvolvimento da universidade. “A ideia é gerar dinâmica necessária entre os atores desse ecossistema para que a inovação possa acontecer. O empreendedor se coloca como condutor do conhecimento que transita entre essas instituições, por meio da inovação”, acrescenta Carlos Eduardo.
O Startup é formado por três modalidades: desenvolvimento tecnológico, apoio tecnológico e iniciação tecnológica. Elas atendem eixos como sustentabilidade, educação, saúde, indústria 4.0, governo e sociedade. Carlos Eduardo lembra que todos têm aplicação sobre a indústria do petróleo. A modalidade de desenvolvimento tecnológico é formada por 13 empresas com alto potencial de inovação e crescimento, desenvolvedoras de sua própria tecnologia e modelo de negócios. O apoio tecnológico é constituído por 10 professores com experiência em desenvolvimento de projetos nas áreas: energias renováveis, petróleo e gás, ciência dos dados, software e aplicativos para internet, tecnologias sustentáveis, mídias digitais, automação e robótica e cidades inteligentes, além de realizações de projetos de cooperação universidade-empresa. Já a iniciação tecnológica, terceira modalidade, é composta por 20 projetos em iniciação e/ou desenvolvimento tecnológico, com alto potencial de inovação e crescimento. 
A estrutura conta, ainda, com coworking, disponibilizando seis salas mobiliadas, destinadas aos empreendedores, startups e empresas participantes do programa. São oferecidas 15 salas exclusivas, destinadas às startups (modalidade 1) e equipe de gestão e pesquisadores. Além disso, existem áreas comuns com duas salas de reuniões, seis cozinhas, áreas para refeição, 12 banheiros, garagem coberta, jardim, bicicletário e um espaço de convívio destinado à realização de eventos do programa e aos momentos de lazer dos participantes.