No dia 02 de junho, a Faculdade Redentor recebeu mais uma boa notícia: a autorização para instalação e funcionamento do Curso de Psicologia, por meio da Portaria nº 202, publicada no Diário Oficial da União. O curso, com 100 vagais anuais, já tinha sido anunciado em primeira mão pelo Mania de Saúde e agora chega com status de referência para todo o interior fluminense.
Coordenado pela Prof.ª Denise Ribeiro Barreto Mello (veja entrevista dela abaixo), o curso chega num momento de maturidade institucional, em que a Redentor desponta com diversos cursos de saúde, como destacam o Diretor de Graduação, André Raeli Gomes, e a Procuradora Institucional, Fabiana Pereira Costa Ramos. “No caso da Psicologia, é um curso que recém-recebemos, com uma nota 4 e que não precisou, como todos precisam, da visita do Conselho Nacional de Saúde. Nós já tínhamos recebido a comissão no curso de Medicina e ela foi satisfatória. Então, foi dispensada a visita in loco do Conselho, haja vista a relevância do que o órgão já considerava da Faculdade Redentor. O curso nasce num instante em que algumas faculdades do entorno têm um conceito ruim. Ele traz, então, uma proposta inovadora, com duas linhas de pesquisa muito bem definidas: uma permeando os aspectos clínicos e a outra que vai trabalhar a saúde coletiva. E aí, obviamente, teremos um forte viés educacional, pois a Redentor tem sido conhecida como referência na acolhida das crianças e dos jovens atípicos, com algum tipo de transtorno, e sobretudo pelo tratamento de autismo. O CACI, por exemplo, é a segunda maior clínica de tratamento de autismo do Brasil e a Faculdade Redentor desponta com alunos autistas. O curso de Psicologia chega para incrementar esse processo. Estamos trazendo uma equipe docente extremamente bem qualificada, que traz um diferencial muito grande para o conceito do curso. Ele só vem a somar na proposta de avançar com essa temática de saúde, sobretudo em relação ao nosso papel em Itaperuna e região”.

Um curso de vanguarda

Denise Mello, coordenadora do curso de graduação em Psicologia e professora do curso de Medicina na cadeira de Psicologia Médica da Faculdade Redentor, conversou com a reportagem do Mania de Saúde e deu mais detalhes sobre o curso. 
Mania de Saúde – Existe algum pré-requisito para a carreira de psicologia?
Prof.ª. Denise Mello
– O psicólogo precisa gostar de lidar com pessoas. Porque o profissional da psicologia pode estar inserido nos mais diversos espaços da sociedade. Mas, onde ele estiver, vai lidar com pessoas e com a relação entre elas. Isso às vezes envolve conflitos. O psicólogo não é o profissional que cuida de doenças, psicopatologias, de transtornos, mas ele cuida de pessoas. Às vezes a realidades delas são complexas e ele pode ajudá-las a entender todo esse processo.
Mania de Saúde – Quais disciplinas o aluno vai ver ao longo do curso?
Prof.ª. Denise Mello –
O curso traz inovações e uma perspectiva de políticas inclusivas, algo muito pertinente em nosso país. A psicologia, sobretudo, tem o compromisso de fazer valer os direitos humanos. O curso tem ênfase em processos clínicos, mas não apenas no âmbito individual, pois há também o destaque para a saúde coletiva. Ele prepara o graduando para se inserir nos espaços coletivos e também para lidar com políticas de assistência social e de saúde pública. Estamos falando de uma perspectiva da psicologia na atenção primária, que é a porta de entrada e de acesso ao sistema de saúde. Especialmente nos cenários urbanos, nós vemos que há uma perspectiva do trabalho do psicólogo muito pertinente no âmbito da educação, da prevenção, da promoção da saúde, porque são das comunidades que podem surgir certos problemas e conflitos. 
Mania de Saúde – Como você avalia o mercado de trabalho dentro da área?
Prof.ª. Denise Mello –
É bastante favorável. Infelizmente, nós temos previsões de órgãos de saúde, como a OMS, de que entre as doenças mais incapacitantes do século XXI estão a depressão e a ansiedade, que são problemas que nem sempre são de ordem psicofisiológicos, mas que têm uma base psicossocial e que podem ser trabalhados pelo psicólogo. Hoje a vida é extremamente complexa e isso envolve, de uma maneira muito direta, os hábitos das pessoas. Daí consideramos a psicologia uma ciência e uma profissão em expansão, que tende a crescer nas próximas décadas. Outra área que tem absorvido muitos profissionais é a psicologia jurídica. É uma tradição, mas nas últimas décadas isso tem se alavancado bastante. O curso discutirá tudo isso. 

Texto produzido em 14/06/2016