Quem possui uma moto sabe do prazer que é sentir o vento no rosto e a sensação de liberdade que se tem ao pilotar em uma estrada. Mas para que essa experiência seja sempre positiva, é primordial que se esteja com segurança e atenção. Desta forma, pilotar uma moto será sempre uma aventura positiva.
Nossa reportagem conversou sobre isto com Pedro Rodrigues e William Ignácio, consultores de vendas da Moto Way em Itaperuna, que fizeram o curso de pilotagem defensiva no CETH (Centro Educacional de Trânsito da Honda, em Indaiatuba, São Paulo). William destaca que é preciso que o piloto esteja sempre atento ao que acontece ao seu redor. “O primeiro ponto que a gente vê hoje no trânsito de Itaperuna, que está difícil, seria a visão. Através dela você consegue detectar cerca de 90% dos perigos de um acidente. É preciso que o motociclista esteja sempre concentrado e com atenção ao que acontece a sua volta. Buscar sair dos pontos cegos dos carros. Outro detalhe é a distância de segmento. Por exemplo, se um carro à sua frente freia de forma brusca e você está muito perto dele, pode causar um acidente. É um ponto primordial que se aprende desde que se tira a carteira de habilitação”.
Já o consultor Pedro fala da importância dos equipamentos de segurança, que são recomendados na pilotagem de motocicletas. “Além do próprio capacete, que é obrigatório, deve-se dar importância às jaquetas e os calçados. A própria Honda recomenda um calçado justo, sempre fechado, para aumentar a proteção. As luvas também ajudam na proteção do frio e, no caso de quem pega a estrada, evita-se a dormência nas mãos por causa do vento. A gente sempre ouve dúvidas dos clientes com relação aos riscos pelo fato de, na motocicleta, ficarmos mais expostos do que no carro. Mas, com uma pilotagem defensiva, você consegue se antecipar a uma situação de acidente. Na correria do dia a dia, muita gente acaba focando no ‘quem está certo’ no trânsito. Mas, na realidade, em qualquer acidente, estando certo ou errado, vai gerar uma dor de cabeça, um prejuízo, ou algo mais grave. Podendo-se evitar, melhor. E, sempre, estar de acordo com as leis de trânsito”, destaca. 
Finalmente, os consultores abordam a questão da manutenção da motocicleta. “O Centro de Treinamento Honda não tem o propósito de ensinar a pilotar, tanto que ele só aceita pessoas habilitadas. Ele vai orientar o piloto a conduzir no trânsito de maneira mais segura. E só completando com relação aos equipamentos, o capacete é obrigatório, mas nem sempre ele está afivelado corretamente. Isso em um acidente, ele pode sair e a pessoa nem percebe. Então não basta ter o equipamento, é preciso usá-lo e de forma correta. E finalmente, é fundamental que o veículo esteja com a manutenção em dia. Antes de sair, o piloto deve fazer uma inspeção rápida de luzes, freio, pneus, cabos e combustível, para não ser surpreendido no caminho. E antes de pegar a estrada para uma viagem mais longa, leve a moto à oficina para que seja feita uma checagem geral. A Moto Way possui profissionais qualificados e certificados para dar os melhores cuidados ao seu veículo”. 

Texto produzido em 14/06/2019