A história do Pirata é muito engraçada: ele é um cãozinho que ficou abandonado na rua Amado Pereira de Cerqueira, tinha dono, mas um mudou e o outro adoeceu e o Pirata foi ficando pela rua.
Onde, aliás, é tratado com carinho por todos os vizinhos, pois tem uma boa alimentação e é muito querido. 
E muito amigo do gato Thor, que é um Angorá muito lindo, mas surdo, sendo assim mais vulnerável aos perigos. Pois bem: se o Thor desce para rua, o Pirata late avisando a Dalva que o gato está fugindo, ao mesmo tempo em que protege o Thor dos outros cães até a dona vir buscá-lo.
Mas o Pirata tem esse nome não porque ele é branco com marrom em cima do olho; ele ganhou esse nome  porque ele é um verdadeiro saqueador, como os bucaneiros de antigamente.
Ele mora na rua, mas gosta de dormir em cima de um paninho. Então, ele entra nas casas da vizinhança, vai no varal e puxa as roupas para deitar em cima. As vezes traz a roupa ainda com pregador, entra debaixo de um carro e dorme em cima da roupa limpinha.

Texto: 20/01/2017