Hospital Veterinário da Uenf é referência

 

 

 

Infraestrutura do hospital permite que os profi ssionais prestem atendimento a animais de diferentes portes

 

 


O Hospital Veterinário da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) se consolidou como uma referência no Estado do Rio de Janeiro e também no Brasil. O hospital oferece consultas, exames de raio-x, tomografias, ultrassonografia, radiografias, cirurgias, castrações, entre outras, para animais de pequeno e grande porte, além de consultas sociais. O Mania de Saúde visitou as instalações do hospital e conversou com o chefe do setor Reginaldo Fontes sobre as questões tecnológicas e sociais da unidade.Apesar dos recursos limitados destinados à universidade pelo governo estadual e da falta de autonomia para geri-los, o Hospital Veterinário da Uenf tem ganhado destaque na área de pesquisa e de extensão. Em 2012, mais de 2.400 atendimentos foram realizados, e o número aumentou no ano passado, sendo 1.890 atendimentos apenas área social.
“A verba destinada ao hospital é apenas para custear a parte de manutenção, então conseguimos algum recurso com projetos de pesquisa, o que acaba auxiliando o hospital de forma direta com a aquisição de equipamentos para diagnósticos e cirurgias. É importante ressaltar também que o atendimento social não é gratuito. A gente atende, examina e medica, mas não tem condição de bancar os tratamentos e de distribuir medicamentos. E no social, o dono do animal assina um termo que permite o atendimento como meio didático para os alunos”, afirmou Fontes, destacando a importância do hospital para a sociedade campista. “Campos tem crescido em muitos setores e, neste contexto, um hospital veterinário tem relevante significância. É importante que convênios sejam firmados para que o hospital tenha condições de ampliar os projetos sociais que vão ajudar a cidade a progredir”.
A principal conquista recente do hospital veterinário da Uenf foi a questão da residência veterinária, aprovada pelos colegiados, pela reitoria da universidade e pela pró-reitoria da graduação, que contemplou nove alunos com bolsas para realizar atividades na unidade. “Isto é mais uma conquista da nossa universidade. Conseguimos estas nove bolsas em um primeiro momento e estamos trabalhando de acordo com o projeto de residência multiprofissional, dos ministérios da saúde e da educação, para conseguirmos mais bolsas para oferecer aos alunos”, contou o chefe do hospital veterinário.

 
Texto produzido em: 24/06/2014