Com que idade meu filho deve ir ao dentista? Como saber se ele precisa de um tratamento ortodôntico? De que maneira devo me portar diante da troca dos dentes de leite pelos dentes permanentes? Essas são dúvidas bastante comuns na vida de muitos pais ao observarem a saúde bucal dos seus filhos. Mas nem sempre eles conseguem as respostas adequadas para essas questões. Atento a isso, o Mania de Saúde foi ao consultório do cirurgião dentista Dr. Thiago Barros, especialista em Ortodontia, com mestrado na área pela São Leopoldo Mandic e professor de especialização em Ortodontia (FOC). Além de dar dicas importantes quanto à dentição das crianças, Dr. Thiago revela também algumas soluções inovadoras, como é o caso do Invisalign First, alinhadores que aprimoram o tratamento em crianças e oferecem mais rapidez, comodidade e precisão na correção de inúmeros problemas ortodônticos. Confira!
Mania de Saúde – A partir de que idade a criança pode fazer um tratamento ortodôntico?
Dr. Thiago Barros –
Não existe uma idade mínima. Quando os primeiros dentinhos começam a aparecer, por volta dos seis meses, normalmente a criança já é acompanhada pelo odontopediatra. Mas, quando surge algum problema associado ao desenvolvimento, aí já é com o ortodontista. Em média, os problemas podem surgir a partir dos três anos de idade, quando você já tem todos os dentes de leite. Às vezes, por alguma função inadequada, algum hábito como usar chupeta ou chupar dedo, a arcada dentária da criança vai sendo deformada por essas forças que não são normais ao desenvolvimento da face. Essa deformação precisa ser corrigida. Se não, a tendência é piorar com o tempo. 
Mania de Saúde – Por volta dos seis anos de idade, inicia-se a dentição mista, com a presença de dentes de leite e dentes permanentes, certo? Qual a importância dessa etapa?
 Dr. Thiago Barros –
Se até esse momento o pai e a mãe ainda não levaram o filho ao ortodontista, com certeza precisarão levar, porque, nessa fase, se não houver espaço para o dente permanente nascer, a gente já vai ter o problema sendo instalado na boca. É o que chamamos de ortodontia interceptativa. Você está vendo o problema acontecer naquele momento e age para que ele não se consolide, podendo ser uma má-oclusão ou um problema no desenvolvimento da arcada dentária e da face, que exigem o acompanhamento do ortodontista. 
Mania de Saúde – E depois?
Dr. Thiago Barros
– Dos 6 aos 12 anos também é muito importante a visita ao ortodontista para acompanhar o desenvolvimento porque, depois dos 12, a gente já entra na fase chamada de ortodontia corretiva, onde normalmente são utilizados os aparelhos fixos. Sendo que, agora, podemos fazer uso também do Invisalign First ou algum outro tipo de alinhador para corrigir problemas ortodônticos.
Mania de Saúde – Como ele funciona?
Dr. Thiago Barros
– O Invisalign First é a opção mais prática de tratamento e traz uma série de vantagens, pois são placas removíveis e transparentes, favorecendo a higienização e a estética. Hoje é possível utilizar esses alinhadores a partir dos seis anos de idade, algo que antes não era possível de ser feito. A gente só precisa da colaboração da criança em usar o aparelho, que é bem mais vantajoso do que os convencionais, cuja higienização é mais complexa e não oferece toda essa comodidade. 
Mania de Saúde – Quais são as outras vantagens?
Dr. Thiago Barros –
É um sistema que dispensa a moldagem. Tudo é feito por meio de scanner, com uma precisão enorme. Isso otimiza a aceitação do tratamento, pois não gera o incômodo da moldagem, além da criança visualizar uma placa transparente, macia e flexível, em vez de um objeto metálico, o que talvez pudesse assustá-la. A agilidade é outro grande benefício, pois um tratamento que levaria um ano com o aparelho fixo leva três meses com a placa, dependendo do caso. É um ganho que já estava disponível para os adultos e agora chega para as crianças também.
Quer saber mais sobre alinhadores ortodônticos? Dr. Thiago atende pelos telefones (22) 2735-3998 ou (22) 99956-3807. Agende uma consulta!