O ano de 2015, que está prestes a terminar, trouxe sabores desagradáveis a muitos brasileiros, sobretudo no campo político e econômico, mas, para a nossa região (e para o Mania de Saúde), algumas boas surpresas nos reservou. Elas foram lembradas, com propriedade, por muitos profissionais durante as comemorações em torno do Dia do Médico, no mês passado.
A primeira foi o fato de o interior fluminense se deparar com jovens de todo o país animados e esperançosos com a medicina praticada em nossa região, atraídos pelo curso aberto pela Faculdade Redentor e que, como afirma o Diretor-Geral da instituição em entrevista a nossa reportagem, estão modificando a fluidez econômica do município. O próprio Mania de Saúde mostrou, na edição passada, como o setor imobiliário está aquecido com a vinda desses novos estudantes para Itaperuna. E o quantitativo, com os futuros vestibulares, só aumentará.
A segunda é ver o brilhantismo de tantos médicos de Itaperuna e região sendo exaltados na tradicional celebração da classe, que mais uma vez reuniu grandes nomes da medicina local e comprovou o valor da amizade entre cada um deles, ao contrário da imagem competitiva que algumas pessoas tentam incutir ao ramo.
Não é por acaso que o Mania de Saúde sempre publica, desde o primeiro número, os registros dessas comemorações, seja em sua edição Noroeste/Fluminense, seja na edição Norte/Lagos, ciente da importância que permeia esses encontros. 
É o que fazemos agora, logo em seguida à edição de outubro (que homenageou os médicos), trazendo os registros fotográficos gentilmente nos cedidos (e publicados nesta edição, nas páginas 28 e 29), parabenizando todos os profissionais sob a ótica de Carl Jung, para quem, na medicina, “a qualidade humana se sobrepõe ao próprio diploma médico”.

 

Texto: 20/10/2015