José Renato Júnior, chefe de gabinete do PROCON Campos

PROCON alerta para consumidores não se esquecerem que, no começo do ano, as contas começam a chegar, então, é preciso se precaver.

Nos meses de dezembro e janeiro a economia do país dá uma boa aquecida, já que tem mais dinheiro circulando no mercado, com o pagamento de décimo terceiro salário e, em muitos casos, férias. É a hora em que o brasileiro começa a pensar nos presentes de Natal, nas férias de janeiro, na viagem com a família, na troca do carro. No entanto, é preciso lembrar que, quando começa um ano novo, surge uma série de contas e impostos a pagar.

É o que ressalta o chefe de gabinete do PROCON Campos, José Renato Júnior. “É importante que o consumidor fique atento a alguns fatores. A nossa orientação é que ele tenha sempre em mente a cautela. É preciso lembrar que, logo no início do ano, ele terá algumas obrigações inadiáveis, como IPTU, IPVA, material escolar, matrícula em cursos. Outro ponto que se deve destacar é que, nesse período, existem muitas promoções e ofertas com relação a dívidas antigas que porventura não tenham sido quitadas, as chamadas renegociações. A gente chama a atenção para que este consumidor opte por pagar aquilo que está devendo e aproveitar os descontos que as empresas dão nestas renegociações. Muitas das vezes são descontos bastante generosos. É importante que ele entre em 2015 no azul, com crédito novamente. Isso faz muita diferença. Outra dica é que, se você se enrolou com o cartão crédito, pode aproveitar este momento de renegociação e até contratar outro empréstimo, com juros menores, para finalizar com a primeira dívida”, orientou.

José Renato cita ainda outra questão que pode ser bastante benéfica para o consumidor. “Poupar. Ele tem que lembrar que é importante reservar parte do salário e gerar uma economia para alguma emergência, alguma situação que ocorra. Sabemos que é difícil, principalmente neste período, em que o consumo é mais intenso, tanto em dezembro quanto em janeiro, mas, antes de comprar, é fundamental ter consciência da necessidade daquele produto e não comprar apenas ‘para não perder a oferta’ de determinada mercadoria. Isso é o que nós chamamos de consumo sustentável. A dica é fazer um planejamento do que você vai comprar e anotar numa lista. Em cima deste planejamento, é possível inclusive pesquisar preços para achar o lugar em que a relação custo-benefício esteja mais em conta. Com este planejamento, o consumidor já chega à loja com algo definido e não se deixa levar pela emoção do momento, pela oferta ‘imperdível’. Este hábito pode ajudar muito no orçamento”. 
O PROCON de Campos está funcionando nos altos da Rodoviária Roberto da Silveira e o telefone para contato são: (22) 2725-6474 | 2725-6441 | 2725-6484.

Texto produzido em: 28/11/2014