Já é de conhecimento geral o quanto a população brasileira tem ficado mais idosa, um fenômeno que, além de evidenciar o aumento da expectativa de vida no país, traz diversas questões para o debate, como a atenção e o respeito aos direitos do idoso e a conscientização das famílias quanto aos cuidados básicos de saúde, a fim de garantir um envelhecimento saudável para todos. Essa realidade é ainda mais latente nos municípios onde a população idosa predomina ano a ano, criando um desafio ainda maior para o poder público e a sociedade.
É o caso de Italva, que, segundo apontam as estatísticas, vem se destacando no ranking de municípios com a maior taxa populacional de idosos do interior do estado. Com isso, a cidade passou a promover diversas ações que estão chamando a atenção do público, como conta a presidente do Conselho Municipal do Idoso, Ana Aguiar Costa.
“A prefeitura do município de Italva, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, CRAS (Centro de Referência de Assistência Social), CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), com o apoio da Pastoral da Pessoa Idosa, vem promovendo diversas ações, mobilizações e projetos de conscientização social para promover saúde e lazer à pessoa idosa nos diversos âmbitos da política de Assistência Social no tocante à Proteção Social Básica e Especial, de forma a garantir os direitos sociais do idoso, criando condições para promover autonomia, integração e participação afetiva na sociedade. No decorrer do ano são realizadas campanhas como o junho violeta, prevenção ao suicídio, palestras com a equipe do INSS, com médicos e enfermeiros da rede de saúde, atividades de educação física com profissional capacitado, duas vezes por semana, além de reuniões quinzenais com as equipes que integram os serviços de convivência e fortalecimento de vínculos para o idoso, bem como passeios e participações em bailes da 3ª idade e encontros. É uma atividade gratificante que tem mudado, para melhor, a vida das famílias”, disse Ana.
Ela comenta o que levou a cidade a abraçar essa causa. “Segundo a secretaria de saúde estadual, a cidade de Italva é hoje o município com o maior índice populacional de pessoas idosas dentre as cidades do interior do Estado do Rio de Janeiro. E, desde a década passada, a cidade tem sido destaque nesse ranking, ocupando a primeira posição de acordo com o IBGE. Assim sendo, os resultados obtidos até agora no município vêm nos mostrar a importância de se trabalhar em equipe, contando com total apoio dos respectivos representantes do poder executivo, confirmando a certeza de estarmos no caminho certo e lembrando que nenhum de nós é suficientemente bom quanto todos juntos”.
No dia 12 de agosto, inclusive, o Senado Federal aprovou um projeto de lei (PL Nº 402/2019), cujo objetivo é criar o Programa Cidade Amiga do Idoso, como forma de incentivar e estimular os municípios a criarem ferramentas para promover o envelhecimento saudável e aumentar a qualidade de vida da população, como informou a Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia. O projeto seguiu para análise na Câmara dos Deputados. Se aprovado, pode fazer com que outras cidades se inspirem em Italva e promovam ainda mais ações em benefício dos seus idosos.

Texto produzido em: 27/08/2019