Em 2013, o Mania de Saúde fez duas matérias salientando a importância do Teatro de Bolso para a classe artística local e para todos aqueles que amam a arte na cidade. Em junho deste mesmo ano, em uma reunião com representantes de vários segmentos artísticos do município com a presidente da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima, Patrícia Cordeiro, foi lida uma lista com algumas reivindicações e, dentre elas, estava a devolução do espaço do Teatro de Bolso para os artistas da cidade, que muitas vezes têm dificuldade em ter acesso à estrutura do Teatro Municipal Trianon. 


Saltando para o ano de 2015, o quadro não se mostra muito favorável para aqueles que precisam do espaço para continuar produzindo os seus trabalhos. Após um longo período fechado ao público para uma necessária reforma visando acessibilidade, o teatro segue sem espetáculos por problemas no sistema de ar-condicionado. Para quem vive o teatro de forma plena, isto é extremamente desalentador, como diz o ator e diretor de teatro, Pedro Fagundes. “Minha história com o Teatro de Bolso é a de um artista de Campos que sempre teve ali sua casa, como todos nós que começamos a fazer teatro nesta cidade. Temos como referência aquele espaço, já que o Teatro Trianon é dificílimo de se conseguir pauta. Até mesmo para ensaio, o Teatro de Bolso era um local incrível que hoje nós não temos mais acesso. Neste momento eu estou dirigindo um espetáculo e nós estamos tendo que nos virar para conseguir espaço para ensaio. E saber que existe um ambiente tão bom como aquele e que está parado por causa de um ar-condicionado, que é o que dizem para a gente, é extremamente triste. Então, nós queremos saber se nós precisamos fazer alguma coisa para ajudar a reabrir o Teatro de Bolso, se tem algo que esteja ao nosso alcance para acelerar este processo. Porque, como eu disse, ali é o berço de uma boa parte dos artistas que bravamente se mantêm em atividade cultural nesta cidade”, lamenta o ator.
O Mania de Saúde procurou a Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima para saber quais são as previsões de reabertura do espaço. De acordo com a assessoria de imprensa da Fundação, o Teatro de Bolso Procópio Ferreira atualmente conta com os cursos livres de teatro e de modelo e ensaios da Companha de Dança de Rua Urban Movement; o novo sistema de refrigeração está em fase de licitação.

 

Texto produzido em: 20/09/2015