Aposentadoria indeferida pelo INSS? Saiba como resolver!

Dose Previdenciária

Dra. Fernanda Reder é Advogada Previdenciarista, OAB/RJ 146.152, ex-servidora do INSS com mais de 19 anos de experiência, atua no Brasil e no exterior
Dra. Fernanda Reder
Se o INSS indeferiu o seu pedido de aposentadoria, saiba que você é apenas mais um nesta estatística tão cruel. Infelizmente muitas pessoas passam por esta situação porque o INSS vem criando dificuldades no acesso do cidadão ao atendimento e à informação. Aposentadoria indeferida pelo INSS? Saiba como resolver!Importante destacar que, antes de solicitar a aposentadoria no INSS, é fundamental fazer um planejamento previdenciário para avaliar qual é a melhor data para requerer o benefício. Muitas pessoas não sabem, mas a escolha da data é fundamental para o cálculo da aposentadoria mais vantajosa, especialmente a partir de 2019. Mas se você pulou esta etapa do planejamento previdenciário e já tem um resultado negativo do INSS, quero te dar uma boa notícia: nem tudo está perdido! Em muitos casos o INSS comete erros na análise dos documentos apresentados pelo requerente ou mesmo na aplicação das leis, seguindo um entendimento interno mais desfavorável ao cidadão. A Jurisprudência tem evoluído muito na aplicação do Direito Previdenciário e hoje já temos muitas teses favoráveis aos segurados do INSS. Por isso é tão importante buscar o auxílio de uma advogada ou advogado especialista em Direito Previdenciário, pois este profissional fará uma análise detalhada da situação e apresentará a melhor solução para o seu caso. Na grande maioria dos casos é possível reverter o indeferimento do INSS através de um processo judicial e ainda receber todos os valores retroativos. Mas caso ainda falte algum requisito a completar – idade, tempo de contribuição ou carência – também é necessário um estudo do caso para a correta orientação e planejamento dos próximos passos rumo à tão sonhada aposentadoria. Uma boa estratégia, em algumas situações, é o pagamento de contribuições em atraso, para períodos nos quais houve a interrupção do pagamento de contribuições previdenciárias. Mas atenção: jamais efetue o pagamento de contribuição previdenciária sem a análise de uma advogada ou advogado previdenciarista, pois você pode acabar desperdiçando muito dinheiro e prejudicando o seu direito à aposentadoria.