MISTAKE or ERROR?

A Professora Karla Barcelos tem 27 anos de experiência
na área, tendo trabalhado em diversos cursos e
desenvolvido o KeyWay Cursos.

A professora é conveniada do Núcleo de Apoio e Promoção do Bem-Estar (NAPBEM), do Instituto Federal Fluminense (IFF)
As pessoas que me procuram para começar aulas de Inglês, sempre trazem sua demanda pessoal ou profissional, seja viajar, estudar, passear ou morar em outros países, todos se movem por algum desafio e o obstáculo a superar é o idioma. Porém, noto uma similaridade entre a maioria delas, o medo de errar. Curioso que, fazer a escolha errada da profissão, ou adaptar-se no país para onde estão planejando ir, não os assusta, mas sentar e estudar parece causar um desconforto maior que o esperado. Em Inglês há duas palavras que definem erro: mistake e error, ambas se referem a fazer algo de errado, mas há uma diferença sutil entre elas. Em termos de uso, error é mais formal, já o mistake seria algo mais leve, como um pequeno engano. Para ilustrar, na prática, quando um aluno fala “peoples” ou “childrens” elas cometem um mistake, uma vez que people e children já são palavras no plural sem “S”, eles já têm essa informação, mas por questão de hábito, ainda falam com s. Enquanto error é uma questão de escolha, por exemplo, quando o aluno está fazendo um exercício passado para casa (homework) e quer escrever a frase “positivo e operante”, e escolhe procurar num site de busca pelas palavras separadamente e acha “positive and operative”, ele comete um error, pois não tem a informação de que em Inglês a expressão idiomática é “absolutely”. MISTAKE or ERROR?Resumindo, assim como na vida, cometemos erros por hábitos equivocados e erros por escolhas conscientes, se você já fez curso de Inglês e parou pelo caminho, alegando: “depois eu termino”, isso foi um mistake, pois em algum momento, ele será indispensável para você e dificilmente você retomará essa jornada. Mas não voltar, com as desculpas que pessoas em geral dão: “já estou velho pra isso”, “não tenho tempo”, “eu me viro” (o pior Inglês que existe), ou ainda “converso pelo tradutor do celular” isso é um grande error. Aprendemos com os nossos erros, mas temos alguns mistakes de estimação, não deixe que o medo de errar, seja maior que a vontade de aprender ou a satisfação de conseguir, IT’S A BIG MISTAKE!