Seja uma mulher poderosa!

Seja uma mulher poderosa! Já pensou em construir um novo olhar para a sua vida de mulher? É uma reflexão importante que a psicóloga e coach Aline Horta propõe neste mês em que celebramos a maternidade. “O autoconhecimento irá possibilitar a vocês uma transformação e restauração do Eu, adquirindo maturidade emocional para saber lidar com o dia a dia, conciliando maternidade, vida profissional e vida pessoal. Está na hora de você buscar dentro de você a sua força de heroína, buscando uma nova perspectiva para a sua vida, transformando ideias em ações para alcançar os seus objetivos e sonhos. Eu tenho convicção que o sucesso começa sempre com o salto do coração como entrega, com a gente se colocando em um lugar novo, onde as coisas que desejamos possam acontecer. Seguem três dicas para você, mulher, aprender a se amar. A primeira: é maravilhoso vivenciar o amor. No entanto, o amor mais importante que podemos alcançar é o amor-próprio. Dica número dois: amar verdadeiramente a si mesma e ter um profundo apreço por aquilo que se é, inclusive o que consideramos nossos defeitos. Infelizmente, muitas de nós, nos recusamos a nos amar enquanto não houvermos atingido algum objetivo tolo. Finalmente, esses objetivos são só uma distração que mascara a verdadeira carência de nossas vidas. No fim das contas, não conseguiremos manter um relacionamento saudável com outras pessoas se não tivermos relações saudáveis e afetuosas conosco”, afirma a psicóloga.

Aline fala ainda sobre como cuidar mais de si mesma. “E agora, mulher, depois de aprender a amar a si mesma, é preciso ter autocuidado e assim construir uma autoestima com propósito de vida. Precisamos alargar o coração para um dom dado por Deus, que é a maternidade. É preciso saber diferenciar o amor afetivo do amor efetivo. O afetivo consiste no amor e o efetivo nos limites, para assim educarmos os nossos filhos, através de seus testemunhos de vida. Os pais precisam ficar atentos aos filhos, ao que dizem, ouvem e veem, pois as nossas vivências de criança poderão mostrar nossos talentos. Falando de vida profissional, o empreendedorismo bateu à minha porta aos 8 anos de idade e desde então ele me faz companhia, podemos sim ser Mulher, ser Mãe, ser Profissional e ser Esposa. O foco em seus objetivos irá lhe possibilitar alcançar os seus sonhos. E, para que possamos exercer esses vários papéis, não podemos esquecer da força do alto, que nos é dada por Deus, através da espiritualidade. O nosso Deus nos fortalece, capacita, orienta e nos dá sabedoria em todas as situações. Caso contrário, essa linda missão de ser mãe, torna-se um peso que pode até ser um fardo de tamanhas preocupações. Vamos orar, confiar, profetizar benção sobre nossos filhos, valorizá-los com unção, ser humildes para ensinar e aprender com eles. Isso faz com que se sintam valorizados e desperta neles o senso de responsabilidade e autoconfiança. Como tem sido seu relacionamento familiar? Você demostra respeito, gratidão, consideração, preocupação? Você escuta, respeita e considera os membros de sua família? A mulher virtuosa educa seus filhos com sabedoria e vive a responsabilidade de ser mãe, sobretudo de forma a moldar os filhos que Deus lhe deu. Não é briguenta e procura viver na paz, contribui para a estabilidade financeira de sua família, administrando tempo e dinheiro. Com 25 anos de experiência profissional, minha missão é promover recursos para que as pessoas gerenciem melhor as suas emoções e assim encontrem o sentido de suas próprias vidas, por meio de técnicas e ferramentas que ajudam inúmeras pessoas a aliviarem o sofrimento da alma”.