VOZ

O segredo para cuidar bem da sua

Fonoaudiólogo, mestre em ensino e Coordenador do Curso de Fonoaudiologia da UniRedentor, Dyego Oliveira

A voz é capaz de falar por si. Existe muito mais nela do que só som. Através dela, as pessoas ao nosso redor podem perceber quando não estamos bem, quando existe algo de errado, quando estamos falando a verdade, com medo e tantas outras situações. Uma voz rouca fala algo. Uma voz “chata” também diz algo. A afirmação é do fonoaudiólogo (CRFa 1-13572), mestre em ensino e Coordenador do Curso de Fonoaudiologia da UniRedentor, Dyego Oliveira. “Mais que um instrumento para o trabalho, a voz é nossa identidade, o reflexo daquilo que estamos passando. Cuidar dela é essencial. Imagine um mundo sem voz, sem expressividade, sem canto. Seria, no mínimo, monótono e sem graça”.
Mania de Saúde – Nós usamos a nossa voz o tempo todo. Mas você acha que nós damos a devida atenção a esse poderoso instrumento de comunicação?
Dyego Oliveira – Realmente a usamos em tudo. Ela é tão necessária e está mais presente do que imaginamos. Justamente por isso, não damos o devido valor a esse instrumento tão poderoso e valioso. Nosso dia já começa agitado. O relógio não pára e a gente precisa produzir. No trabalho, a correria sempre marca presença. Chega a hora do almoço, voltamos para o trabalho, terminamos o que precisamos, voltamos para casa e já é hora de cuidar de outras coisas. Onde ficou, durante o dia, o espaço para cuidar da voz? É assim com a maioria das pessoas. Infelizmente, poucos são os que tiram tempo para buscar ajuda adequada e aprender a usar a voz.
Mania de Saúde – Quais são os maiores inimigos da voz? E os maiores aliados?
Dyego Oliveira – Costumo dizer sempre que o maior inimigo de nossa voz somos nós quando não cuidamos dela (risos). Mas no tocante ao contexto externo, precisamos tomar cuidado com algumas coisas. Dentre elas podemos destacar o choque térmico, o grito, o pigarro, o leite e derivados em excesso, bem como o café em excesso também. Próximo ao horário de falar, não ingerir alimentos condimentados ou gaseificados. É importante também estar atento às roupas extremamente apertadas. Já no que diz respeito aos aliados, temos grandes parceiros: a consciência da utilização da sua voz, a água em temperatura ambiente e a maçã (desde que não esteja em jejum). O sujeito consciente zela pelo bom funcionamento da voz, a água hidrata as pregas vocais e a maçã, uma por dia, por possuir pectina, uma enzima importante, ajuda na limpeza de partes importantes para a produção da voz.
Mania de Saúde – Pessoas que passam muito tempo falando (professores, operadores de telemarketing, locutores) devem tomar cuidados especiais?
Dyego Oliveira – Para o profissional da voz, que a utiliza por um longo período de tempo e como seu “ganha pão”, os cuidados precisam estar presentes de forma intensa. É importante se conscientizar que o instrumento de trabalho precisa estar em bom estado. Para o músico, por exemplo, caso o instrumento apresente problemas, é só comprar outro. Para o profissional da voz, se o instrumento der problema, infelizmente não existe essa possibilidade. Os cuidados são os mesmos já descritos anteriormente, mas buscar um profissional especialista poderá auxiliar em relação ao aquecimento e desaquecimento vocal, expressividade e tantos outros aspectos comunicativos.
Mania de Saúde – Muitas vezes nossa voz começa a sofrer alterações que nós não percebemos. Como saber qual é a hora de procurar a ajuda de um fonoaudiólogo?
Dyego Oliveira – Nosso corpo sempre dará sinais de alguma forma. Entenda que o próprio pigarro já é um sinal de que seu corpo precisa de água. É sempre indicado buscar auxílio quando sua voz estiver apresentando desgastes, rouca, cansada, mudar de característica. Para você que vai perdendo a voz ao longo da semana e chega na sexta-feira sem voz, perde a voz durante o dia, tem a voz rouca (mesmo que há muito tempo), sente desconforto na hora de falar, sensação de corpo estranho na garganta, não consegue mais usar a voz como usava antes ou ardência quando fala ou canta, o tempo é agora. Seu corpo já está demonstrando que algo não vai bem. No entanto, para quem usa muito sua voz ou se preocupa com ela, buscar o fonoaudiólogo poderá ajudar muito, já que não trabalhamos só com resolução de problemas, mas com a prevenção para que eles não aconteçam. Talvez você nunca tenha pensado na dimensão do papel que ela possui, mas creia que sem sua voz muita coisa mudaria na sua vida. Você conseguiria ser o profissional que é sem falar? Acredito que não. Cuide dela, zele por esse bem. Procure um fonoaudiólogo não só quando houver um problema grave, mas se você a utiliza no trabalho, por exemplo, procure para que possa aprender a usá-la. Voz é vida. Quem cuida da sua, é mais feliz. A fonoaudiologia está de portas abertas para lhe ajudar nesse processo!