What?

O quê? Como assim? Psiu! Alguém aí viu o ano de 2020 passar? Eu vi! Eu vi pessoas preocupadas, portas fechadas, pânico nos olhos, perdas inestimáveis. Eu vi tristeza, desespero e confusão. Mas sabe mais o que eu vi?
Eu vi e vivi pessoas dando valor ao que nem elas se davam conta de ter, como: liberdade, saúde e pessoas que eram importantes; eu vi novas portas se abrindo, e janelas de oportunidade sendo criadas; eu vi e senti fé nos olhos ao meu redor; eu vi ganhos incalculáveis, principalmente para quem, finalmente, encontrou a si mesmo. Eu vi alegria nos abraços, quando puderam ser dados, esperança nos corações angustiados, e ordem no caos.
Não posso contar nos dedos das mãos as vezes que chorei por me indignar com o mundo, e menos ainda as vezes que sorri quando entendi que não depende dele e sim de mim modificá-lo. Não o mundo “planeta”, mas o mundo interno que todos nós possuímos, inerente a nossa vontade, o nosso próprio mundo.
Adaptar-se é do ser humano, já moramos em cavernas, já vivemos sem geladeira, já caçamos nossa comida e já superamos guerras e doenças. Se isso não motiva você, volte até Março de 2020 e recomece, aproveite para colocar seu pé na realidade e aprenda com os erros e acertos da humanidade, você é parte dela, e faça o seu mundo de 2021 uma nova era para si mesmo.
Tente o que nunca tentou, aprimore-se intelectualmente, seja parte de algo relevante, fortifique suas relações, conheça novos lugares, veja, sinta, experimente, contabilize vitórias e aprenda com as derrotas. Você merece não ter que acordar amanhã sem saber o que aconteceu com sua vida! Nos vemos em 2021!!!