Uma das decisões mais difíceis da vida de qualquer pessoa é a escolha de uma carreira. Afinal, é ela quem vai definir, às vezes para sempre, o dia a dia financeiro e emocional de cada indivíduo. Por isso essa decisão não pode ser reduzida a meros testes vocacionais que, além de ultrapassados, já induziram muita gente ao erro. Tanto que uma pesquisa recente feita pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) apontou que, dos alunos matriculados nas faculdades em 2010, 56% não se formaram no curso que optaram originalmente. Os abandonos ou as trocas de graduações evidenciam o quanto as escolhas precoces devem ser bem fundamentadas, para que não haja nem dinheiro, nem tempo perdido. Daí a importância de buscar o auxílio adequado para fazer a opção que definirá diretamente o rumo de sua vida. 
Para falar desse assunto, o Mania de Saúde entrevistou Dra. Priscila Stojak Bacelar, Administradora, Psicanalista e Master Coach de Carreira na Clínica Proteus, em Campos. Ela, que tem formação e certificação internacional em Coaching, além de ser formada em Psicanálise pela Escola Paulista de Psicanálise, Administração pela Universidade Cândido Mendes e pós-graduada em Docência Superior pela UniRedentor explicou como o coaching de carreira pode auxiliar as pessoas a escolherem melhor uma profissão, levando em conta diversos aspectos da personalidade de cada um para, assim, definir melhor a área a ingressar, beneficiando não apenas os jovens indecisos, mas até mesmo aqueles adultos que sonham em mudar de profissão.
Mania de Saúde – Quais os problemas atuais com relação à escolha da profissão e carreira?
Dra. Priscila Stojak Bacelar –
Vivemos um momento em que o mercado está cada vez mais concorrido e exige que as escolhas sejam feitas cada vez mais cedo. Com isso, muitos jovens acabam escolhendo sua profissão por impulso. As estatísticas brasileiras são alarmantes. Dados do INEP (MEC) mostram que chega a 49% o índice dos alunos que desistem logo no primeiro ano da faculdade por causa de uma má escolha profissional, impactando emocional e financeiramente o jovem e seus pais. A pesquisa informa ainda que uma das causas mais frequentes é a falta de um trabalho de orientação nesta área. Essa é uma questão estrutural, de base, e que, se negligenciada, pode acarretar outros problemas futuros. Um levantamento publicado na revista Isto É mostra que existe uma alta insatisfação com a carreira no Brasil, que chega a 46% entre os homens e é ainda maior entre as mulheres, chegando a 49%, ou seja, praticamente metade da população brasileira está insatisfeita com sua ocupação. Se pensarmos que passamos pelo menos 8 horas diárias no trabalho fazendo algo que não gostamos, justifica-se aí boa parte dos motivos para o desenvolvimento de transtornos atuais como ansiedades diversas, síndrome do pânico, síndrome de burnout, além de dificuldades nos relacionamentos e na vida.
Mania de Saúde – Como o Coaching pode ajudar?
Dra. Priscila Stojak Bacelar
– O Coaching surge nesse processo como uma ferramenta estruturada e cartesiana, que permite que o coachee (pessoa que passa pelo processo) alcance o autoconhecimento, pilar fundamental do Coaching, que evidencia os diferenciais competitivos como pontos fortes, habilidades, conhecimentos e valores, fazendo com que ele tenha mais clareza do que está buscando para se sentir realizado na escolha profissional. O processo permite também que se consiga traçar estratégias de planejamento, pesquisa e ação para o alcance dos objetivos de forma consciente e, a partir daí, ter autonomia para fazer escolhas mais acertadas ao longo de sua vida.
Mania de Saúde – Como escolher um profissional de Coaching?
Dra. Priscila Stojak Bacelar –
O mais importante na escolha desse profissional é avaliar a sua formação. Infelizmente, existem no mercado ofertas de cursos de até um dia de duração que certificam pessoas que não passam muitas vezes nem por estágios ou supervisões. Além disso, é muito importante ter em mente que o Coaching não é indicado para tratamentos de problemas psicológicos tais como depressão, abusos, traumas, transtornos etc. Clientes com esse perfil devem ser encaminhados aos profissionais de saúde habilitados para o atendimento desses casos.
Mania de Saúde – Em que casos o Coaching de Carreira é indicado?
Dra. Priscila Stojak Bacelar –
O Coaching de Carreira é indicado para qualquer pessoa que tenha uma demanda relacionada à carreira ou profissão, tais como: jovens, a partir do 3º ano do ensino médio, em fase de decisão da primeira escolha profissional; pessoas em fase de conclusão da graduação ou pós-graduação, quando necessitam de apoio para decidir como irão planejar sua carreira e sua entrada no mercado de trabalho; profissionais como advogados, médicos, em busca da especialização que irão seguir; profissionais insatisfeitos com sua carreira ou profissão atual que estão em busca de mudanças e pessoas no processo de pré e pós aposentadoria, buscando descobrir novos objetivos de vida.
Mania de Saúde – O que você diria para as pessoas que estão passando por um momento de indefinição profissional?
Dra. Priscila Stojak Bacelar –
Citando a frase do filósofo chinês Confúcio: “Escolha um trabalho que você ame e não terás que trabalhar um único dia em sua vida”.

Texto produzido em: 18/07/2018