Você por acaso sabe o que Gisele Bündchen, Camila Pitanga, Reynaldo Gianecchini e Brad Pitt têm em comum? Além de serem estrelas da TV e do cinema, eles aderiram, há tempos, à prática do Pilates, um dos métodos mais requisitados pelas celebridades para manter a saúde e a boa forma. E elas não estão sozinhas. 
Só nos Estados Unidos, estima-se que mais de 10 milhões de pessoas fazem o Pilates. No Brasil, não deve ser muito diferente, devido ao número de profissionais atuantes no mercado. Mas ainda falta um pouco mais de divulgação dos benefícios do Pilates para o público em geral.
É o que afirma, ao Mania de Saúde, a fisioterapeuta Dra. Cecilia Siqueira, proprietária da Clínica Harmony, em Campos. “Boa parte do público ainda desconhece o Pilates, principalmente os homens. Mas é importante ressaltar que o Pilates é um dos métodos mais indicados para obter qualidade de vida independente da idade. É uma prática que abrange desde crianças, a partir dos 10 anos, até os idosos, para quem o Pilates tem sido um importante aliado no processo de envelhecimento”, conta a fisioterapeuta.
Mas por que ele é tão importante? A resposta é simples: o Pilates combate o sedentarismo, define a musculatura, ajuda no tratamento de doenças cardiovasculares, diminui o estresse ocasionado pela correria do dia a dia, corrige a postura, aumenta a flexibilidade, estimula a coordenação motora, previne fraturas ocasionadas pela osteoporose, melhora a concentração e ameniza dores articulares ou de coluna, só para citar os benefícios mais comuns. “O Pilates trabalha muito a contração abdominal, o alongamento e o fortalecimento, sempre associados à respiração. Em todos os exercícios há a contração do 'core', que é o conjunto de músculos responsável pelo nosso equilíbrio e pela adequação postural do tronco em qualquer movimento. Na medida em que a gente trabalha esse equilíbrio, associando a respiração junto aos exercícios, eles acabam se tornando mais completos”, conta Dra. Cecilia. “Todos eles, inclusive, são de baixa repetição, diferente da academia, onde o praticante costuma fazer muitas séries de atividades”, acrescentou.
Vale lembrar, ainda, que o Pilates atende a muitas demandas. Ele trabalha tanto a parte estética, pois ajuda na definição muscular, quanto a reabilitação, em caso de patologias. Nesse contexto, destaca-se a atuação de Dra. Cecilia na Reabilicor, serviço de reabilitação cardíaca que funciona dentro da Harmony, em parceria com o médico cardiologista Dr. Rafael Chácar. “Além de ser um método importante para qualquer pessoa que deseja qualidade de vida, o Pilates possui indicações importantes na área de ortopedia (para quem sente dores na coluna ou dores mioarticulares) e, agora, na cardiologia, por meio da Reabilicor. É um trabalho pioneiro na região e cujos resultados têm sido muito satisfatórios, porque o Pilates ajuda a melhorar a capacidade cardiorrespiratória, aumenta a quantidade de vasos sanguíneos circulantes no músculo, diminui a frequência cardíaca e a pressão arterial, entre outros benefícios para quem é cardiopata”, diz a fisioterapeuta. “Pessoas que sofreram infartos, passaram por um AVC ou ficaram algum tempo acamadas se surpreendem com os resultados. Elas realmente alcançam uma melhor qualidade de vida com o Pilates, bem como os pacientes que relatam dores articulares ou dores de coluna, principalmente na lombar, em que a resposta é muito rápida e eficaz. Isso mostra o quanto o Pilates pode fazer a diferença na vida das pessoas, independente da sua necessidade”.

Texto produzido em: 18/10/2017