É um tratamento realizado através da emissão luminosa de LED's, que promove fotoestimulação e terapia fotodinâmica. Essa tecnologia utiliza diversos diodos emissores de luz (LED), que expõem a pele a uma sequência precisa de pulsos. As ondas eletromagnéticas estimulam a atividade celular, fazendo com que as células da pele reajam de forma semelhante às células mais jovens. 
Na fotoestimulação ocorre interação da luz com as mitocôndrias das células o que leva a aumento da síntese de colágeno e da renovação celular. Também atua inibindo as metaloproteinases, enzimas responsáveis por degradar o colágeno.
Na terapia fotodinâmica ocorre interação da luz com substâncias químicas medicamentosas passadas sobre a pele. O efeito sinérgico entre a luz e a medicação leva ao tratamento de lesões de pele malignas ou pré malignas.
É indicado para uma diversidade de tratamentos, dentre eles:
•Rugas finas   
•Poros dilatados   
•Melhora da Textura da pele  
•Acne ativa; Cicatrização da pele;
•Terapia capilar (queda de cabelo)
•Queratoses
•Carcinomas basocelulares superficiais. 
•Dor pós herpéticas
• Psoríase
• Vitiligo
 Demais indicações do LED:
• Pode ser aplicado em qualquer região do corpo, incluindo o colo, braços, pescoço, pernas e costas
• Possui uma excelente indicação para o tratamento de queimaduras solares ou de pele desvitalizada
• Melhorar a cicatrização pós tratamento com luz mais invasiva, como resurfacing A LASER
Diferentemente da Luz Pulsada Intensa (IPL) e de tratamentos leves similares, o LED não depende dos danos térmicos e sucessiva resposta imunológica para o sucesso do procedimento.
Seu funcionamento consiste no estímulo a respostas biorrítmicas naturais do corpo à luz, o que é inofensivo às células. Vale ressaltar que a exposição total da pele ao LED é menor do que à luz de uma lâmpada padrão.
O tratamento com LED utiliza uma luz menos invasiva, que aumenta o metabolismo celular. Na maioria das vezes, é utilizado como adjuvante no tratamento a laser. Além disso, é utilizado para tratar a pele sensível, rosácea, com rugas finas ou danificada pelo sol. A fim de diminuir o processo inflamatório, pode também ser utilizado após procedimentos cosméticos e para tratamento de doenças inflamatórias – como dermatite seborreica, psoríase, herpes e alergias.

Texto: 20/06/2018