Imagine você ir deixar o seu filho numa escola e encontrar vaga para estacionar o carro. Lá, o seu filho vai aprender a se alimentar de maneira saudável, vai ter aulas de musicalização e psicomotricidade, aprenderá inglês simultaneamente com português, entre outras atividades essenciais a uma boa formação. Parece até que esse lugar não existe, não é mesmo? Mas ele existe sim: é a Yellow Sub, que fica à Rua Manoel Teodoro, 43, na Pelinca, em Campos.
A escola, que foi inaugurada este ano, está inovando o conceito de educação infantil na cidade. Basta, por exemplo, lembrar que a Yellow Sub vem introduzindo a alimentação saudável no cardápio dos alunos, em trabalho realizado pela nutricionista Ana Luiza Ferraz, que é especialista em nutrição materno-infantil. Isso dá, aos pais, a segurança de que o filho está se alimentando (e aprendendo a se alimentar) saudavelmente, o que acaba se refletindo no comportamento em casa. 
Outro motivo de destaque, na Yellow Sub, é o inglês. Por lá, as crianças aprendem a língua materna e o segundo idioma de maneira simultânea, o que reforça ambos os aprendizados. Sendo que a Yellow Sub trabalha ainda a musicalização e a psicomotricidade, a fim de incentivar a autonomia e o desenvolvimento da criança, em ambientes inteiramente planejados para cada uma dessas atividades.
A coordenadora Carla Denise falou, ao Mania de Saúde, sobre esse trabalho inovador da escola. “A Yellow Sub tem, como meta, oferecer uma educação de alto nível para os alunos. Afinal, é nessa fase que a criança vai absorver condutas para toda a sua vida, a começar pela alimentação. Por isso a Yellow Sub elabora o cardápio de cada aluno, tendo o auxílio da nutricionista Ana Luiza Ferraz. A criança alérgica, vegana ou vegetariana, por exemplo, terá sua dieta inteiramente respeitada, com pratos variados ao longo da semana. Isso deixa os pais muito satisfeitos. Eles se surpreendem bastante ao chegar aqui e ver o filho comendo legumes, frutas ou verduras. É fantástico”, diz Carla.
Ela enumera outros diferenciais da escola. “A Yellow Sub lida com o inglês de forma muito interessante, porque o conteúdo é simultâneo ao português, o que potencializa o resultado. Aquilo que a criança aprendeu em português será trabalhado também em inglês. Temos ainda muitos círculos de contação de histórias, de troca de livros, além da musicalização e da psicomotricidade, que são essenciais nesse contexto de desenvolvimento da criança como um ser autônomo”, afirma a coordenadora. “A gente estimula a independência do aluno para ele ir aprendendo a realizar suas próprias tarefas, o que fará grande diferença em sua vida adulta. Ou seja: estamos oferecendo um tipo de ensino que vai muito além da sala de aula”, acrescentou.
O empresário Lennon Silva, proprietário da Yellow Sub, ressalta como a escola veio, de fato, para auxiliar a vida dos pais. “A Yellow Sub foi criada para suprir as principais necessidades dos pais e dar comodidade a eles. Quem não se preocupa com o que o filho está comendo fora de casa ou com o lugar para estacionar o carro ao deixar a criança na escola? Por isso fazemos um trabalho diferenciado, que introduz a alimentação saudável no dia a dia da criança, que oferece comodidade de estacionamento para os pais, que trabalha o ensino do inglês de maneira concomitante ao português, além de horário flexível e aulas de musicalização e psicomotricidade, já que muitos dos alunos vivem em apartamentos e carecem desse estímulo tão importante para a sua formação”, diz Lennon. “Nosso diferencial é a comodidade. A Yellow Sub possui um pacote completo para os pais deixarem o filho em boas mãos e seguros de que eles estão sendo bem cuidados durante todo o dia”, complementou Lennon, mencionando que há, ainda, condições especiais para alunos transferidos.
Localizada em área nobre, a Yellow Sub possui uma forte estrutura de monitoramento via celular em todos os ambientes, inclusive nos refeitórios, onde há câmeras abertas para oferecer ainda mais segurança aos pais, que têm acesso total às dependências da escola, o que não é muito comum em outras instituições. A Yellow Sub prima pela transparência. Que tal conhecê-la para garantir uma educação plena ao seu filho? 
A Yellow Sub atende pelos telefones (22) 2723-1829 ou (22) 99861-2230

 

Comer bem é na escola!

A escola hoje tem papel fundamental não apenas na questão da educação como também na alimentação saudável das crianças. Se há alguns anos o lanchinho era preparado em casa pela mãe e levado a tiracolo para ser consumido no recreio, agora são as escolas, na maioria dos casos, que fornecem a alimentação. A Yellow Sub, por exemplo, tem a nutricionista Ana Luiza Ferraz, especialista em nutrição materno-infantil, para formular o cardápio semanal e tirar as dúvidas dos pais sobre alimentação saudável.

“Aqui ninguém traz a merenda de casa. A escola é responsável por cuidar da alimentação das crianças e oferecer mais do que o próprio alimento. A proposta é conscientizar os pais sobre a importância da alimentação saudável e utilizar o ambiente escolar para uma educação nutricional desde os primeiros meses e anos da vida das crianças”, afirma.
Uma alimentação saudável é aquela que reúne todas as substâncias químicas de que o corpo precisa para funcionar corretamente e requer variedade de ingredientes em todas as refeições, moderação e equilíbrio entre carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas e minerais. Na escola, isso se torna ainda mais relevante, já que é um espaço apropriado para a formação de hábitos saudáveis. Bons exemplos fazem toda a diferença. “É mais fácil criar um ambiente atrativo para a alimentação saudável na escola por causa da socialização entre as crianças. Seu filho pode não gostar de determinado alimento, mas, vendo um colega ao lado comendo, pode despertar o interesse”, comenta Ana Luiza, que atende os pais em separado na escola para tirar dúvidas. “É um trabalho contínuo. É importante escola e pais estarem em sintonia também na questão da alimentação das crianças”, comentou.
A nutricionista explica que o cardápio é dividido em dois: para recém-nascidos, em que a alimentação é mais restrita, sem sal e temperos, e para crianças a partir de 1 ano, já levando em consideração carboidratos, legumes, verduras, proteínas e leguminosas. “É bom salientar que também não trabalhamos com alimentos alergênicos, como leite, ovo e soja”.
Em crianças é importante observar os sinais de boa nutrição: peso adequado, boa imunidade, disposição para brincar, dormir bem e acordar bem, bom apetite, crescimento adequado, funcionamento regular do intestino, cabelos e unhas saudáveis, dentes fortes e pele corada.
Não é uma comodidade ver que seu filho está sendo bem cuidado?

Texto produzido em: 15/05/2018

Texto produzido em: 15/05/2018