O balanceamento é o processo de compensação feito para equilibrar o conjunto de pneu e rodas do veículo. Ele é importante para evitar o desgaste prematuro dos pneus e dos componentes da suspensão e da direção. Além disto, quando há desbalanceamento, a direção torna-se instável e ocorre um desgaste irregular dos pneus. A maneira mais comum de perceber um veículo com pneus desbalanceados é quando o motorista sente trepidação no volante – ou às vezes vibrações no veículo todo – ao alcançar velocidade média de 60km/h.
Para saber mais desse assunto, nossa reportagem foi até a oficina da 900HP, representante Michelin na região e conversou com o proprietário Wanderson Peixoto, que falou mais sobre a importância deste tipo de revisão. “Alguns fabricantes orientam a fazer a revisão do alinhamento e balanceamento a cada 10.000km. Nós aqui na loja recomendamos aos nossos clientes que seja feita a cada 5.000km. Até porque, aqui na 900HP nós damos uma garantia do alinhamento de cem dias, então, dentro deste período, o cliente pode retornar quantas vezes achar necessário para que possamos revisar com custo zero. Mas é importante o motorista ficar atento aos sinais do carro. Pode acontecer, por exemplo, de bater em um tachão ou passar por um buraco e isto causar um desbalanceamento ou perder o alinhamento. Ou então, o condutor sente que o volante ficou torto, que o carro está puxando. Nesses casos, independente da quilometragem rodada, é importante fazer a revisão. Porque o carro andando desalinhado, a tendência é de um desgaste irregular dos pneus, causando danos ao mesmo. Ele pode desagregar a banda de rodagem em função de estar andando arrastando e não solto, como deveria. Além de gerar um desconforto maior na hora de conduzir o veículo”.
Wanderson ainda fala sobre os serviços de balanceamento e alinhamento realizados na 900HP. “O check list com a inspeção da suspensão é grátis, e é importante para ver se há algum dano. Porque não adianta fazer o alinhamento se houver alguma peça da suspensão danificada. Da mesma forma é o balanceamento, coloca-se a roda em uma máquina e, ao girar, vemos se há ou não o empeno da roda. Geralmente as rodas de liga leve são mais suscetíveis ao empeno do que as de ferro, que são mais resistentes. Então, se a roda não estiver empenada, a gente faz o balanceamento e o carro sai 100%. O cliente não precisa agendar, basta chegar à loja, que está aberta das 7h30 às 18h e o atendimento é por ordem de chegada, mas geralmente o horário da manhã é mais tranquilo. Outra coisa importante na revisão é a troca do óleo na quilometragem correta. Os carros que utilizam óleo não sintético devem trocar entre 5.000 e 7.000km, dependendo do fabricante. E os que utilizam óleo sintético, a cada 10.000km. E na troca do óleo, a orientação de todo fabricante é trocar também o filtro, que é um valor tão em conta que não compensa o risco de trocar o óleo e não trocar o filtro. E a verificação dos demais filtros do carro também”.

Texto produzido em 19/02/2019