Uma das vigas mestras que sustentam o corpus editorial do Mania de Saúde, desde o seu início, é a educação. A cada exemplar, os leitores constatam que o jornal finca seus alicerces sob a égide da cidadania, não se restringindo, portanto, à divulgação de serviços de saúde. No entendimento do próprio fundador, Sylvio Muniz (In memoriam), essa característica é que levou o Mania de Saúde a ampliar o seu alcance, uma vez que o jornal se vê na obrigação de contribuir diretamente para a formação dos leitores, seja com matérias de cunho educacional ou cultural, seja com colunistas de renome em várias áreas do conhecimento, com o fito de alargar seu raio de ação no espectro da leitura.
Nada melhor, portanto, do que ouvir uma referência no campo da educação para esclarecer a cobertura do Mania de Saúde nessa área que é basilar no desenvolvimento de qualquer sociedade. Para isso, ouvimos o Reitor da UniRedentor, Dr. Heitor Antonio da Silva, que hoje celebra não só as conquistas da instituição (considerada o melhor Centro Universitário do Estado do Rio de Janeiro), mas também o aniversário do Mania de Saúde, que ele exalta como veículo pioneiro na região. “A cobertura que o Mania de Saúde faz na área educacional é exemplar. É notório que se trata de uma preocupação arraigada ao veículo. Não é uma atitude protocolar, que se faz por obrigação. O jornal busca sempre mostrar o que se faz de melhor nessa área. Vejo com muito prazer a divulgação do que está sendo produzido no campo educacional por meio das matérias vinculadas e dos profissionais entrevistados. Recentemente, por exemplo, tivemos aqui uma cientista da Austrália, que vive nos Estados Unidos e trabalha com autismo. Vocês logo fizeram a cobertura a respeito disso e mostraram a relevância do tema. Esse cuidado, essa preocupação do jornal com a educação é inigualável”, disse o Reitor.
Ele recorda como conheceu o Mania de Saúde e destaca a relevância do jornal como instrumento de transformação da sociedade, que, aliás, é uma preocupação da própria UniRedentor. “O Mania de Saúde, que eu conheci aqui, em Itaperuna, produzido, dirigido e criado por Sylvio Muniz, foi o primeiro jornal em formato de revista a conquistar essa importância social que possui até hoje. Não me refiro apenas à prestação de serviços a anunciadores, mas sobretudo a esse propósito de informar as novidades da área da saúde, da educação, da cultura, esclarecendo a sociedade sobre temas de grande relevância no mundo de hoje. O Mania de Saúde é um balizador. Ele serve para mostrar o que se faz de melhor a essa macrorregião que abarca o Norte e Noroeste Fluminense, a Região dos Lagos, o Sul e Sudoeste do Espírito Santo, incluindo as praias, onde há uma população flutuante do país inteiro no período de férias e onde o jornal chega muito bem. Trata-se, portanto, de um jornal sério, oportuno, inteligente, bonito e de grande qualidade, que presta esse serviço de muito orgulho para nós”, afirma Dr. Heitor. “Essa é a minha palavra a respeito desse momento de aniversário, que enaltece a grandeza e a importância do Mania de Saúde para a nossa região”.

Texto produzido em: 20/05/2018