Exames de genética e biologia molecular têm se tornado cada vez mais comuns na medicina moderna. O avanço tecnológico e científico na área de análises clínicas possibilitou o surgimento de testes inovadores para inúmeros pacientes, que conseguem obter diagnósticos mais precisos junto aos seus respectivos médicos.  
A boa notícia é que esses exames, antes restritos às grandes metrópoles, vem sendo realizados em nossa própria região. Vide o exemplo do Laboratório Plínio Bacelar, que além de estar presente em 10 municípios tanto do Norte, quanto do Noroeste Fluminense, criou há pouco tempo a BioMol, um setor especializado em exames de genética e biologia molecular, que reúne as mais avançadas metodologias da área.
Por meio da BioMol, o Laboratório Plínio Bacelar visa esclarecer e orientar a classe médica e os clientes sobre os exames de sequenciamento genético e de biologia molecular, que já eram realizados pelo laboratório, mas agora se concentram em um setor específico, localizado na sede da empresa, unindo tecnologia e ciência em benefício da população, como explica o Diretor Administrativo Pedro Bacelar.
“O Laboratório Plínio Bacelar foi fundado em 1942 com a filosofia do compromisso com a qualidade, sendo pioneiro nos diversos setores de análises e pesquisas clínicas. Desde então, a gente vem acompanhando todo o desenvolvimento da medicina diagnóstica, desde os procedimentos mais básicos até os mais avançados, contando com os equipamentos mais modernos do setor. Para se ter uma ideia, a tecnologia que temos em nossa área técnica é a mesma utilizada em países como Inglaterra, Estados Unidos e Alemanha, por meio de fabricantes como Ortho Clinical Diagnostics, Abbott e Siemens. E, de uns tempos para cá, o laboratório vem disponibilizando diversos exames de genética e medicina biomolecular, que auxiliam na prevenção, diagnóstico e tratamento de inúmeras patologias. Aderimos, assim, ao que se considera o futuro da medicina laboratorial, trazendo essa excelência para a nossa região”, disse Pedro.
Segundo ele, o Laboratório Plínio Bacelar vem disponibilizando um menu cada vez mais completo desses exames. “Hoje temos, por exemplo, exames como o de sexagem fetal, para a determinação do sexo do bebê a partir de uma amostra de sangue materno, apresentando uma sensibilidade de 99% a partir da 8ª semana completa da gravidez. Outro exemplo é o NIPT, ou Teste Pré-Natal Não Invasivo, um exame de triagem que detecta, ainda na gestação, se o bebê apresenta algumas das principais síndromes genéticas como Síndrome de Down, Síndrome de Patau, Síndrome de Edwards, Síndrome de Klinefelter e Monossomia do X, além de determinar o sexo fetal. Temos ainda o sequenciamento completo dos Genes BRCA1 e BRCA2, para detectar variantes e classificá-las de acordo com o potencial de patogenicidade, ou seja, capacidade de causar o câncer. Outros exames são o Sequenciamento de Exoma, a Análise Cromossômica por Microarray (CMA), o HLA-B27, que é fortemente associado a várias doenças reumáticas, além de dois outros testes muito relevantes na atualidade: o teste genético de intolerância ao glúten e doença celíaca e o teste genético de intolerância à lactose”, informou.
Para realizar esse trabalho, a BioMol conta com a atuação de Arianne Fabres, bióloga com especialização em análises clínicas, com mestrado e doutorado em Biociência e Biotecnologia e Marcus Paulo Azeredo, biólogo com especialização em análises clínicas. O setor conta também com parceiros estratégicos na transferência de tecnologia, em intercâmbio direto com os principais laboratórios da medicina genômica do país, garantindo alta qualidade nos serviços de sequenciamento genético.
Recentemente, Arianne e Marcus fizeram um treinamento em São Paulo, onde estiveram em um desses laboratórios, com o objetivo de reforçar a excelência da BioMol. “Fizemos uma visita a um laboratório de apoio, que recebe exames do país inteiro, sendo uma grande referência na área. Trocamos muitas experiências com os profissionais lá atuantes e vimos como o serviço deles tem se tornado cada vez mais sofisticado, além da demanda estar aumentando. Isso prova que a nova geração de exames é de biologia molecular”, dizem os profissionais, mencionando que, com o aumento da demanda, os preços tendem a se tornar ainda mais acessíveis. “O importante é que esse tipo de serviço está presente em nossa região, por meio da BioMol, que integra o pedido de um exame de genética e biologia molecular à nossa área técnica, tendo o apoio dos laboratórios especializados para oferecer um trabalho mais completo e um retorno preciso ao paciente, beneficiando diretamente os seus respectivos tratamentos”, finalizam.
 
Texto produzido em: 22/03/2019