Ações para recolher os lixos das praias de Cabo Frio

As praias lotadas resultam em mais lixo e mais trabalho para manter os locais limpos. Os governos municipais criaram ações para minimizar o problema na Região dos Lagos. Na Praia do Forno, em Arraial do Cabo, 100 servidores públicos participaram da operação de limpeza e mais 60 toneladas de resíduos foram recolhidas da areia e da trilha em poucos dias. Em Cabo Frio, que ostenta o título de “cidade mais limpa do Brasil”, 1.500 varredores têm retirado em média 300 toneladas de lixo por dia das ruas. Em Rio das Ostras, a iniciativa foi distribuir cerca de 15 mil sacolinhas biodegradáveis nas principais praias da cidade.
As ações de coleta de lixo e conscientização da população geram resultados e deixam os moradores e veranistas satisfeitos. “São duas medidas que se completam, né? Mais do que a limpeza das praias é importante fazer as pessoas pensarem no meio-ambiente. Infelizmente o brasileiro se deixa levar muito pelas ações coletivas. Um deixa o lixo na praia porque viu o outro deixar e porque tem muito lixo. E isso vira um ciclo. Penso que cada um deve fazer a sua parte e contribuir para manter a beleza natural destes lugares”, afirmou o turista Pablo Almeida, que visitava a Região dos Lagos pela primeira vez.

Enquanto estava na Praia do Forte, em Cabo Frio, a equipe de reportagem do Mania de Saúde registrou a presença de dezenas de garis em um mutirão no final da tarde, enquanto muitos turistas ainda aproveitavam o mar. De acordo com um dos trabalhadores, a Praia do Forte é limpa em três turnos para retirada de tonelada de lixos. “Não fosse assim isso aqui deixaria de ser um paraíso e passaria a ser um lixão à beira-mar. Ninguém quase repara nisso e não se importam com o meio-ambiente”.

O trabalho de coleta em datas de grande movimentação turística, como no Réveillon, Rio das Ostras chegou a recolher cerca de 200 toneladas de lixo em um único dia, contra 100 toneladas de Arraial do Cabo. Em Cabo Frio, foram recolhidas 800 toneladas no mesmo período. A perspectiva é que estes números tripliquem durante o período de Carnaval.

Texto produzido em: 20/01/2015