A perda de capacidade auditiva é um problema que vem se tornando cada vez mais comum no mundo de hoje. A poluição sonora nas ruas, ambientes muito ruidosos e o uso prolongado de fones de ouvido podem gerar enormes danos à audição das pessoas. Mas a perda auditiva também pode ser hereditária ou resultar de alguma patologia, bem como de danos físicos ou lesões cerebrais, que provocam uma mudança drástica na rotina dos pacientes.
A tecnologia, no entanto, é uma grande aliada para devolver a eles uma melhor qualidade de vida, por meio do uso de aparelhos auditivos. Em Campos, quem tem sido uma referência nessa área é a Sonoris, clínica que atua com tecnologia de ponta e com uma estrutura diferenciada na cidade, atendendo inúmeros pacientes com problemas de audição ou de dicção, através do trabalho na área de fonoaudiologia.
Quem nos conta é a sócia-proprietária e fonoaudióloga responsável Dra. Eliana Mancini. “A Sonoris é composta por sete clínicas no Rio de Janeiro e a unidade Campos chegou em 2017 com a mesma proposta de atuar na correção de problemas auditivos e no tratamento de distúrbios ligados à fala. Para tanto, fizemos uma clínica diferenciada de tudo o que já havia em Campos, a fim de dar mais conforto aos pacientes. Até porque boa parte deles são idosos, alguns com problemas de locomoção, que precisam desse cuidado. Montamos, então, uma sala com todo um tratamento sonoro, onde é possível realizar a audiometria sem que o cliente precise ficar naquelas cabines pequenas, como acontece em outras clínicas. Aqui é diferente. Os familiares, inclusive, podem acompanhar o atendimento na própria sala, que é ampla, confortável e totalmente estruturada para realizarmos diversos ajustes no aparelho sem nenhum risco de contaminação sonora, pois a gente consegue obter o som puro. Caso a gente precise de um ambiente com ruído, temos outro consultório para essa finalidade, mas normalmente o trabalho é feito nessa sala tratada, até mesmo na parte de terapia, para privacidade do paciente, pois ela impede que alguém de fora escute qualquer conversação feita ali dentro, o que é um grande diferencial”, diz Dra. Eliana.
Ela, que atua na área há cerca de 18 anos e possui um vasto know-how nesse tipo de trabalho, conta como a atenção e a experiência fazem a diferença na conduta com o público. “Quem tem perda auditiva muitas vezes se sente excluído do contexto social e, às vezes, do próprio ambiente familiar. São pessoas que chegam à clínica se sentindo bastante diminuídas. Muitas vezes elas vêm somente por insistência da família e nem tanto por vontade própria. Daí a importância de um atendimento humanizado e bastante cuidadoso. Para isso, temos uma estrutura de ponta e firmamos toda uma parceria entre os funcionários, para que o público encontre um local seguro e acolhedor”.
Muitos pacientes, segundo Dra. Eliana, são encaminhados para a Sonoris por meio da empresa fornecedora das próteses auditivas, cuja matriz é em São Paulo. O público costuma buscar informações junto a essa empresa que, com o cadastro em mãos, repassa as informações para a clínica, a fim de que ela entre em contato. Mas outros também chegam à clínica por conta própria ou mesmo por indicação médica. “Muitos dos pacientes até estranham quando ligamos para eles. Porque a gente não cobra a avaliação. Ela não tem custo algum. Qualquer pessoa que passar pela Sonoris e quiser saber como está sua audição ou fazer um teste não vai pagar nada. Na hora de adaptar o aparelho, contudo, a gente precisa que o médico tenha examinado o paciente, a não ser que ele já seja usuário de aparelho auditivo e queira apenas trocar o modelo. Esse cuidado é importante porque, muitas vezes, fazemos a audiometria, identificamos a perda auditiva, o aparelho vai corrigir essa deficiência, mas pode existir um outro problema por trás e ele precisa ser investigado, para o bem do paciente”, cita Eliana, lembrando que o processo de adaptação ao aparelho auditivo é outro diferencial da Sonoris. “A gente sempre frisa que a adaptação pode levar até três meses. Isso vai depender de cada paciente. Mas nós acompanhamos de perto esse processo e abrimos um canal de comunicação muito importante com o público, oferecendo toda a atenção necessária para que esse trabalho seja cômodo, ágil e eficaz”.
Com localização privilegiada, estacionamento próprio e ambientes que primam pela acessibilidade, a Sonoris se destaca, também, pela facilidade de pagamento, contando com parcelamento próprio da clínica, que oferece todas essas comodidades sem embutir nada no preço do aparelho. Quer conhecer a clínica? Ela se localiza à rua Voluntários da Pátria, 185, ao lado do Centro de Saúde. Para mais informações, a Sonoris atende pelos telefones (22) 3025-5266, (22) 99808-8313 ou pelo site www.sonoriscampos.com. Faça uma visita!
 
 Texto produzido em: 18/02/2019